Um Site Popular Para Mulheres Modernas, Que Vai Ajudar Qualquer Mulher Sovoyu Mudar Vidas Para Melhor

Universidade, como sobreviver no primeiro ano longe de casa

Universidade, como sobreviver no primeiro ano longe de casa: para

Viver sozinho em outra cidade, frequentar uma universidade distante, Ă© emocionante, mas ao mesmo tempo pode assustĂĄ-lo. Aqui estĂŁo algumas dicas para melhor se adaptar

Fazendo universidade fora de casa

Ir morar sozinha em outra cidade, frequentar uma universidade distante, é emocionante e aterrorizante. Existem alguns aspectos sobre os quais é melhor se preparar. Aqui estão algumas sugestÔes.

Aprenda a salvar

Quando vocĂȘ vai morar sozinho fora do escritĂłrio, pode ser que os pais dĂȘem um telefone fixo para retornar para as vĂĄrias despesas, ou que tenhamos que nos contentar com algum trabalho para os extras e nĂŁo apenas. Em qualquer caso, vocĂȘ se vĂȘ (talvez pela primeira vez) tendo que lidar com a necessidade de ficar dentro de um certo orçamento. No começo melhor acompanhar as vĂĄrias despesas, anotando cada saĂ­da no telefone ou no bloco de notas. e Ă© melhor ir devagar, no começo, para evitar a tolice de ter que apresentar aos pais no meio do mĂȘs com o braço estendido... NĂŁo Ă© um espetĂĄculo tĂŁo edificante para quem, em tese, Ă© tĂŁo adulto e maduro para ir morar sozinho.

A questão das refeiçÔes

No início, ser responsåvel por suas próprias refeiçÔes pode parecer desafiador... ou exatamente o oposto! Mas mastigar um lanche como almoço e jantar certamente não é um bom håbito, para quem estuda e não apenas. Melhor começar a organizar, entender o que precisamos para a semana, verificar as ofertas no supermercado e preparar refeiçÔes em casa, tanto quanto possível - até aqueles para serem consumidos fora. O mais importante é tentar manter uma dieta saudåvel e completa, mas isso também economizarå dinheiro se comparado a sempre comer fora.

Lar doce lar

Uma das melhores coisas de ir morar sozinho Ă©... aproveite a casa. SilĂȘncio, ou vice-versa, a companhia de companheiros de quarto e colegas simpatizantes. Siga em frente no nosso prĂłprio ritmo sem ter que obedecer Ă s regras, horĂĄrios e necessidades dos outros. Aqui, nesse sentido, a tentação pode ser SEMPRE ficar em casa. Mas Ă© bom tentar sair da sua concha, aprofundar as amizades com os colegas, passear por uma nova cidade a ser descoberta.

Não fique com preguiça!

Outra grande tentação de viver sozinho Ă© deixar-se levar pela preguiça. Em suma, por que lutar para trocar toalhas ou limpar janelas quando vocĂȘ pode simplesmente evitar fazĂȘ-lo? Ou pior: por que estudar hoje se o exame Ă© daqui a trĂȘs meses e ninguĂ©m nos força a nos colocar nos livros? Na realidade, isso Ă© exatamente o que somos chamados a fazer vivendo sozinhos: ser responsĂĄvel por nĂłs mesmos. Se tivermos colegas de quarto, tentamos organizar turnos para limpeza e tarefas domĂ©sticas e dividimos o material a ser estudado nos prazos.

A nostalgia Ă© proibida

Apesar de todos os méritos, vai morar sozinho, longe da família e dos amigos, às vezes pode ser um pouco alienante. Apenas um pequeno momento de desespero, cansaço, um dia ruim e imediatamente nos sentimos de repente... sozinhos. Afinal, estamos cercados por perfeitos estranhos. E então vamos tentar entender o que poderia nos fazer sentir melhor. Um bom filme, um chat de vídeo com o nosso melhor amigo, fazendo biscoitos... qualquer coisa que se torne o nosso pequeno grande momento de conforto.

Boas razÔes para ter colegas de quarto

VĂĄ em frente para criatividade

E nĂŁo hĂĄ melhor maneira de afastar a tristeza do que isso para tornar o nosso apartamento, ou o nosso quarto, verdadeiramente "nosso". Criamos nosso "den" pensando em como decorĂĄ-lo e embelezĂĄ-lo para que ele nos represente mais. E nĂŁo importa se pensamos em nos mover por um tempo. Enquanto isso, esta Ă© a nossa casa, nĂŁo Ă©?

Vídeo: FACULDADE EM OUTRO ESTADO: MUDANÇA, ADAPTAÇÃO, DIFICULDADES

ï»ż
Menu