Um Site Popular Para Mulheres Modernas, Que Vai Ajudar Qualquer Mulher Sovoyu Mudar Vidas Para Melhor

Colesterol alto: o que comer para abaixar isto?

Colesterol alto: o que comer para abaixar isto?: comer

Colesterol alto e dieta: se descobrimos que temos colesterol alto, a nutrição é muito importante, então aqui está o que comer para reduzir o colesterol alto

Colesterol alto e dieta

Existe uma dieta rica em colesterol? Vamos come√ßar dizendo que colesterol alto √© um problema que deve ser enfrentado tamb√©m e acima de tudo atrav√©s da nutri√ß√£o, porque comer bem e, em particular, favorecer certos alimentos e eliminar outros pode ajudar muito a manter os n√≠veis de colesterol ruim sob controle. Obviamente, se o problema for s√©rio e voc√™ quiser seguir uma dieta muito rigorosa, √© essencial procurar atendimento m√©dico e ter uma dieta bem projetada prescrita para as suas necessidades. Se, por outro lado, voc√™ quiser apenas "ajustar" sua dieta, para come√ßar, pode ser √ļtil saber quais alimentos, gra√ßas √†s suas propriedades ben√©ficas, podem ajudar a manter o colesterol e os triglicer√≠deos do Hdl sob controle.

O que é colesterol?

O colesterol √© uma subst√Ęncia naturalmente presente no corpo, mas quando est√° em excesso no sangue, constitui fator de risco para algumas doen√ßas. Embora seja freq√ľentemente associado a doen√ßas cardiovasculares, ainda desempenha in√ļmeras e importantes fun√ß√Ķes em nosso corpo:

  • contribui para a normal forma√ß√£o e repara√ß√£o das membranas celulares, permitindo a passagem de todas as subst√Ęncias fundamentais para o organismo;
  • interv√©m no processo de s√≠ntese da vitamina D e de alguns horm√īnios (testosterona esteroide e sexual, estrog√™nio e progesterona);
  • desempenha um papel fundamental na correta forma√ß√£o do feto no √ļtero. De fato, os n√≠veis de colesterol abaixo dos n√≠veis m√≠nimos durante a gravidez podem causar s√©rios dist√ļrbios cardiovasculares.

A partir daqui deduzimos, portanto, que o colesterol não é equivalente a algo negativo: é necessário que ele esteja presente no sangue, mas quantidades excessivas são prejudiciais.

Raz√Ķes para n√£o pular o caf√© da manh√£

Tipos de colesterol (HDL, LDL) e nutrição: conselhos gerais

Geralmente distinguem-se dois tipos de colesterol: o colesterol "bom", transportado pelo HDL (lipoprote√≠nas que t√™m a fun√ß√£o de levar o colesterol dos tecidos e traz√™-lo de volta ao f√≠gado) e o "mau" que, ao contr√°rio, √© transportado pela LDL (que tem a tarefa de trazer o colesterol do f√≠gado para os tecidos, onde √© usado). Esta √ļltima forma √© considerada prejudicial porque aumenta a possibilidade de doen√ßa card√≠aca coron√°ria devido √† obstru√ß√£o dos vasos pelas mol√©culas de gordura.
Para aumentar os n√≠veis de bom colesterol √© √ļtil seguir uma s√©rie de bons h√°bitos, os principais s√£o:

  • fazer atividade f√≠sica aer√≥bica (corrida leve e ciclismo)
  • seguir uma dieta rica em √īmega-3 (principalmente contida no peixe)
  • comer alimentos ricos em vitamina C (presente em todas as frutas c√≠tricas)
  • eliminar o uso do tabaco.

Vice-versa, por reduzir o colesterol ruim, √© √ļtil seguir estes h√°bitos:

  • fazer atividade f√≠sica
  • elimine as gorduras saturadas da sua dieta (manteiga, natas, queijos gordurosos)
  • limitar o consumo de carboidratos
  • limitar o uso de sal

Colesterol alto e remédios naturais

Quando você sofre de colesterol alto, seu médico geralmente prescreve uma cura para o medicamento. No entanto, não podemos esquecer o fato de que, às vezes, os remédios naturais podem ser um excelente suporte contra o mau colesterol, associado a mudança radical de estilo de vida e comida. Por exemplo, um costume agora enraizado no Oriente é o consumo habitual de chá verde: tem propriedades antioxidantes e efeitos benéficos comprovados na função vascular, de fato, pode reduzir os níveis de colesterol LDL em até 30%.
Outras subst√Ęncias curativas s√£o:

  • soja, tem uma a√ß√£o protetora nos vasos sangu√≠neos;
  • amaranto
  • alcachofras, que inibem a s√≠ntese de colesterol e tamb√©m aumentam o n√≠vel de HDL (bom colesterol);
  • Garcinia, uma planta de origem indon√©sia difundida sob a forma de suplementos, tem a propriedade de reduzir as gorduras produzidas pelo organismo;
  • alho, como alcachofra, restringe a s√≠ntese interna de gorduras;
  • O √≥leo de peixe (√īmega-3), tem muitas propriedades ben√©ficas, como a de diluir o sangue, reduzir o risco de doen√ßas card√≠acas, fortalece o sistema imunol√≥gico e tem uma excelente fun√ß√£o anti-inflamat√≥ria.

O que comer para baixar o colesterol alto

Vamos mais especificamente, e vamos ver quais s√£o os alimentos - gra√ßas √†s suas propriedades - √ļteis contra o colesterol ruim, e que, portanto, poderiam ser positivos em sua dieta:

Aqui está o índice:

  • pistache
  • Soja e leguminosas
  • tomate
  • nozes
  • ma√ß√£s
  • Cebola vermelha
  • mirtilos
  • P√£o de centeio

Pistache reduz o colesterol ruim

Pist√°cios s√£o muito mais do que apenas frutas secas para mastigar durante um aperitivo: ao comer um bom punhado por dia, voc√™ pode de fato diminuir o colesterol ruim, evitar o risco de doen√ßas card√≠acas e at√© prevenir o c√Ęncer.
Em apoio a isso, alguns pesquisadores da Pennsylvania State University (EUA), após uma análise dos resultados de um estudo relatado no Journal of Nutrition. O pistache é rico em antioxidantes e também protege as células da ação dos radicais livres.
Especificamente, pesquisadores americanos descobriram que grandes quantidades de luteína, o principal antioxidante alimentar, beta-caroteno e gama-tocoferol, estão presentes nos pistácios.
O corpo transforma o beta-caroteno em vitamina A, prevenindo o c√Ęncer, enquanto o gama-tocoferol √© uma forma comum de vitamina E que evita doen√ßas card√≠acas. A lute√≠na tamb√©m est√° contida em vegetais e √© importante para a vis√£o e a pele.
Cientistas da Pennsylvania State University est√£o convencidos de que esses antioxidantes previnem o colesterol afetam as paredes dos vasos sangu√≠neos, causando inflama√ß√£o. Testando as propriedades ben√©ficas dos pist√°cios, os pesquisadores observaram que os volunt√°rios que se submeteram ao experimento tinham um n√≠vel muito alto de antioxidantes no sangue e, ao mesmo tempo, baixas concentra√ß√Ķes de colesterol.

Outros alimentos contra o colesterol ruim: soja, aveia, nozes e lentilhas

Aqui está uma série de alimentos que seria bom incluir em sua dieta, o consumo de soja, aveia, lentilha, ervilha, feijão e nozes. De acordo com uma equipe de estudiosos canadenses, de fato, uma dieta rica nesses nutrientes se mostrou mais eficaz do que uma dieta baseada apenas na redução de gorduras saturadas.
o nível de colesterol "ruim" ou LDL, foi 13% menor em pessoas que também integraram esses alimentos à base de plantas. Além disso, os especialistas consideraram que seguir uma dieta saudável por um tempo prolongado pode reduzir o risco de doença cardiovascular em 11% e, consequentemente, outras doenças relacionadas à obesidade.
Nesse sentido, estudiosos da Universidade de Toronto, liderados pelo Dr. David Jenkins, realizaram um experimento em um grupo de 345 pacientes que sofriam de colesterol alto.
Estes foram divididos em 3 grupos, o primeiro foi obrigado a adotar uma dieta baixa em gorduras e à base de frutas e vegetais, enquanto para os outros 2, alimentos que incluíam soja e derivados, cereais, nozes e lentilhas.
A √ļnica diferencia√ß√£o entre os volunt√°rios pertencentes ao segundo e terceiro grupos, no entanto, consistiu na frequ√™ncia de visitas de especialistas: apenas 2, no primeiro e 7 no segundo. Ap√≥s 6 meses, os pesquisadores descobriram que na amostra que ingeriu alimentos isentos de gordura, o colesterol LDL caiu apenas 3%, enquanto nos outros 2, 13,1% (naqueles que foram visitados duas vezes) e 13,8% (naqueles que foram submetidos a visitas mais intensivas).
Em conclus√£o, como aconselhado pela Dra. Victoria Taylor, especialista em sa√ļde do cora√ß√£o da British Hearth Foundation, "este √© um estudo encorajador e deve-se enfatizar que todas as pessoas com problemas de peso devem, em primeiro lugar, seguir um dieta com pouca gordura saturada e integr√°-lo com por√ß√Ķes baseadas em sementes de soja, nozes e leguminosas". Este m√©todo pode revelar-se o mais eficaz no combate ao ganho de peso.

Tomate: reduz o colesterol LDL e a hipertensão graças ao licopeno

o propriedades ben√©ficas dos tomates s√£o amplamente conhecidos. Um dos principais elementos da dieta mediterr√Ęnea √©, de fato, um rem√©dio natural contra a forma√ß√£o de tumores, especialmente o c√Ęncer de pr√≥stata. O vegetal vermelho deve seu poder a alguns antioxidantes que cont√©m, como outros alimentos, como kiwi ou cenoura. Um estudo recente da Austr√°lia descobriu que seus efeitos ben√©ficos tamb√©m se relacionam com o combate ao colesterol e √† press√£o alta.
A pesquisa, publicada na Maturitas, foi conduzida pela Universidade de Adelaide, cujos pesquisadores compararam 14 estudos que foram focados no vegetal e suas propriedades nos √ļltimos 15 anos.
Cruzando os dados, surgiu que, graças ao licopeno, um dos seus antioxidantes, o tomate, melhor ainda se for cozido, teve a capacidade de combater a hipercolesterolemia e aumento da pressão arterial. Seu efeito, nas doses corretas, foi comparável ao das estatinas, as drogas atualmente utilizadas no tratamento dessas doenças.
Para reduzir o colesterol LDL em 10%, o licopeno deve ser tomado 25 gramas por dia, uma quantidade contida em um litro e meio de tomate ou em 50 gramas de concentrado. Dado que é muito difícil comer um litro e meio de tomate por dia, Karin Ried, que coordenou o estudo, sugere usar o concentrado como "é conveniente para vestir macarrão ou preparar uma pizza ou uma bebida".

Baixar os níveis de colesterol com nozes

Uma maçã por dia mantém o médico longe, será verdade? Certamente, no entanto, esta outra afirmação virá, algumas nozes por dia remove o colesterol de todo. De fato, de acordo com pesquisa realizada nos Estados Unidos pela Universidade de Loma Linda, apenas 67 gramas de nozes por dia são suficientes para baixar os níveis de colesterol no sangue.
O estudo realizado com 600 pessoas mostrou que, em um período médio de 3 a 8 semanas, com os famosos 67 gramas, não apenas os voluntários observaram níveis de colesterol melhorados, mas também os de triglicerídeos.
Parada simples, nozes tratadas com sal ou a√ß√ļcar. Al√©m disso, os pesquisadores tamb√©m observaram uma redu√ß√£o no risco de desenvolver diabetes tipo 2. Portanto, embora ainda n√£o tenhamos entendido exatamente qual √© o mecanismo "miraculoso", s√≥ podemos ouvir o conselho de Joan Sabate, coordenadora do estudo, "O aumento do consumo de nozes √© uma recomenda√ß√£o para uma dieta adequada".

Uma maçã por dia reduz o colesterol e protege o coração

Uma equipe de acad√™micos norte-americanos da Ohio State University confirmou o conhecido ditado de que "uma ma√ß√£ por dia mant√©m o m√©dico longe". Isto √© apoiado pelo Professor Robert DiSilvestro, coordenador de pesquisa, que monitorou o condi√ß√Ķes de sa√ļde de um grupo de indiv√≠duos com idades entre 40 e 60 anos, n√£o fumantes, observando que aqueles que consumiam regularmente essa fruta pelo menos uma vez ao dia, tinham reduzido os n√≠veis de colesterol "ruim" na circula√ß√£o.
Especificamente, o Professor DiSilvestro explicou que o nosso corpo, em certo sentido, precisa de gorduras, que podem ser ben√©ficas para o f√≠gado e as art√©rias, como o colesterol HDL, que tem uma fun√ß√£o antioxidante, ao contr√°rio do colesterol LDL, ou Lipoprote√≠na Densidade. Isso tende a oxidar os radicais livres em circula√ß√£o, causando inflama√ß√Ķes perigosas que podem danificar gravemente o cora√ß√£o e os √≥rg√£os, endurecendo as art√©rias.
Assim, as propriedades benéficas da maçã podem neutralizar esse mecanismo, atuando positivamente no organismo, reduzindo a porcentagem de colesterol em até 40%, pois são ricas em vitaminas e polifenóis poderosos.

Baixar o colesterol com cebola roxa

Um dos alimentos que muitas vezes encontramos em nossos pratos é a cebola vermelha; um estudo estabeleceu cientificamente a ação benéfica em nosso sistema cardiovascular e contra a hipercolesterolemia.
A pesquisa foi realizada por uma equipe de cientistas da Universidade Chinesa de Hong Kong e os resultados foram publicados no jornal brit√Ęnico 'Daily Mail'. A cebola vermelha, de acordo com os resultados do estudo, contribuiria para a preven√ß√£o de doen√ßas card√≠acas, mantendo o colesterol ruim em cheque e prevenindoacumula√ß√£o dentro dos vasos sangu√≠neos, limitando precisamente o mecanismo que d√° origem a doen√ßas cardiovasculares, como ataques card√≠acos e derrames. Outra descoberta positiva destacada pela pesquisa dos cientistas de Hong Kong √© a a√ß√£o de manter os n√≠veis √≥timos de colesterol bom. A pesquisa examinou um grupo de porquinhos-da-√≠ndia de laborat√≥rio: os ratos foram submetidos a uma dieta de cebolas vermelhas durante oito semanas.
Dos testes realizados nos ratos ap√≥s esse per√≠odo, constatou-se que o n√≠vel de colesterol ruim (LDL) caiu em m√©dia 20%. Ao mesmo tempo, o n√≠vel de colesterol bom, tamb√©m conhecido como lipoprote√≠na de alta densidade (HDL), n√£o diminuiu em nada, pelo contr√°rio, permaneceu em n√≠veis considerados ideais para a sa√ļde do corpo.

Mirtilos para diminuir o colesterol VLDL ultracativo

o propriedades ben√©ficas de mirtilos eles s√£o muitos e amplamente conhecidos. Combater a obesidade, baixar a press√£o arterial e manter o c√©rebro mais jovem s√£o apenas alguns dos in√ļmeros efeitos positivos desta fruta silvestre. Gra√ßas a um estudo recente dos Estados Unidos, outra entrada em breve ser√° adicionada a essa lista j√° longa.
A equipe de químicos do Departamento de Agricultura, liderada por Wallace Yokoyama, descobriu de fato que comer blueberries reduz o colesterol ruim no sangue e regula a quantidade de colesterol HDL, o chamado bem. A pesquisa, publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry, foi realizada em hamsters de laboratório e, portanto, precisa de mais investigação, no entanto, os resultados foram realmente animadores.
Os roedores foram alimentados com as peles da fruta e as sobras de seu processamento para produzir sucos. Em compara√ß√£o com o grupo controle, os n√≠veis de colesterol ruim foram significativamente menores, especialmente no que diz respeito ao VLDL, ou colesterol "muito ruim", que sofreu uma redu√ß√£o de 44%. Para os pesquisadores, a causa seria rastrear os polifen√≥is e as subst√Ęncias antioxidantes contidas nos mirtilos, que atuariam em alguns genes do f√≠gado que regulam o metabolismo.
Esperando por outros estudos para aprofundar as propriedades destas frutas e com o verão chegando, o conselho muito simples é, portanto, para apreciá-los.

Menor colesterol "ruim" com p√£o de centeio

Que nossa dieta deve sempre incluir uma reserva generosa de cereais ricos em prote√≠nas vegetais e fibras, certamente n√£o √© uma novidade e, v√°rias vezes, na lista de nossas recomenda√ß√Ķes sobre uma dieta saud√°vel e equilibrada, colocamos-as entre os primeiros lugares.
Fundamental para a nossa reserva de energia di√°ria, para ajudar o equil√≠brio intestinal e nos garantir uma s√©rie de vitaminas e sais minerais, preciosos para a nossa linha e beleza, eles tamb√©m s√£o capazes de preservar a nossa sa√ļde da melhor maneira, contrastando o muitas doen√ßas surgem. Especificamente, parece que um cereal como o centeio, inserido na nossa dieta di√°ria e acompanhado por alimentos como o p√£o, seria um excelente antagonista do colesterol e da hipertens√£o.
√Č isso que a pesquisa realizada pela Universidade de Helsinque na Finl√Ęndia, publicada na revista Nutrition, Metabolism and Cardiovascular Diseases, afirma que um p√£o de centeio "especial", enriquecido com ester√≥is vegetais, poderia influenciar os n√≠veis de LDL, de colesterol ruim, no sangue, levando a sua redu√ß√£o significativa.
Uma quantidade diária de esteróis vegetais entre dois e quatro gramas seria suficiente, inserida em pão de centeio, que se presta como um meio ideal para transportar esses preciosos componentes químicos, para reduzir significativamente os níveis de colesterol no sangue, com resultados satisfatórios após apenas duas semanas.

As indica√ß√Ķes contidas neste site n√£o s√£o intencionais e n√£o devem de forma alguma substituir a rela√ß√£o direta entre os profissionais de sa√ļde e o leitor. Portanto, √© aconselh√°vel sempre consultar seu m√©dico e / ou especialistas. Disclaimer "

V√≠deo: ? BAIXE RAPIDAMENTE COLESTEROL E TRIGLICER√ćDEOS "ALTO" COM ESTAS RECEITA NATURAIS

ÔĽŅ
Menu